diagnóstico de saúde

Descubra a importância e como realizar o diagnóstico de saúde no trabalho!

O diagnóstico de saúde no trabalho é uma investigação feita pela empresa com a finalidade de verificar os indicadores de qualidade de vida entre seus colaboradores. Por meio dele, a organização consegue identificar os pontos relevantes e criar estratégias de melhoria.

Tendo em vista que a qualidade de vida dos colaboradores está diretamente associada aos resultados da empresa, essa análise pode ajudar muito no crescimento do negócio. Por meio dos dados obtidos, é possível criar programas voltados para o bem-estar das pessoas, promovendo a conscientização e melhorando a motivação e produtividade.

Quer saber mais sobre o diagnóstico de saúde no trabalho e sua importância? Então, continue lendo!

Importância do diagnóstico de saúde no trabalho

Diante do cenário empresarial atual, a preocupação dos gestores com a saúde e o bem-estar dos seus colaboradores é uma realidade. Isso acontece porque qualidade de vida e produtividade andam de mãos dadas.

Sabendo disso, o investimento em ações que promovem bem-estar nas organizações é fundamental para criar um bom clima organizacional, melhorar os relacionamentos interpessoais e o grau de satisfação dos colaboradores com suas funções.

Mas, antes de saber quais ações são necessárias para melhorar e/ou manter a qualidade de vida na empresa, é preciso fazer uma investigação minuciosa do perfil dos colaboradores, e o diagnóstico de saúde no trabalho serve exatamente para isso.

Podemos dizer que ele é o primeiro passo para transformar a organização em um local bom para trabalhar, com equipes motivadas, saudáveis e produtivas. Por meio dele, as empresas só têm a ganhar, pois além de colherem os resultados mencionados, elas reduzem os custos com saúde e ajudam seus colaboradores a terem uma saúde melhor.

Etapas do diagnóstico de saúde no trabalho

O diagnóstico de saúde no trabalho pode ser feito por meio de questionário entregue à equipe. Vale destacar que ele pode ser realizado tanto de forma presencial como online. Fica a critério do gestor.

Levantamento dos indicadores-base de saúde

Para traçar o perfil do colaborador é preciso fazer um levantamento dos indicadores-base de saúde. Trata-se de uma sondagem em que são mensurados vários padrões, como:

  • percentual de gordura corporal;
  • glicemia;
  • pressão arterial;
  • índice de massa corporal (IMC);
  • peso;
  • altura.

Uma boa ideia é fazer um check-up corporal, ou seja, um mapeamento que identifica os fatores que oferecem riscos à saúde. A ExMove oferece esse serviço e pode valer muito a pena contar com ele nesta etapa.

Análise dos hábitos de vida dos colaboradores

Sabemos que os hábitos de vida influenciam diretamente na saúde física e emocional das pessoas. Então, eles também devem ser mensurados durante a investigação. A intenção é aferir os hábitos relacionados aos seguintes pontos: alimentação, prática de atividade física, presença de vícios, histórico de enfermidades do colaborador e familiares.

Com essas informações, fica mais fácil saber quais ações de qualidade de vida são indicadas para a equipe. No entanto, um ponto merece atenção: o levantamento deve ser feito de forma não invasiva, de modo que os colaboradores compreendam que o processo visa apenas melhorias e que eles se sintam a vontade para passar as informações.

Busca por suporte de profissionais especializados

Apesar das etapas de diagnósticos parecerem simples, é sempre bom contar com assessoria de profissionais especializados neste tipo de investigação. Com essa ajuda, além de obter dados precisos, maiores são as chances de acertar nas estratégias de qualidade de vida que precisam ser implementadas na organização.

Sugestão de ações a serem implementadas

Com os dados colhidos e tabulados, resta saber quais ações devem ser executadas de acordo com o perfil traçado entre os colaboradores. Alguns exemplos que podemos citar são:

Como você pode notar, existem muitas ações com foco na promoção da saúde e do bem-estar que podem ser adotadas na empresa. O diagnóstico de saúde no trabalho é apenas o começo de um processo que vai beneficiar não só os colaboradores, mas todos os envolvidos na organização.

Agora que você já sabe o que é e como fazer o diagnóstico de saúde no trabalho, acesse nosso site e conheça nossos serviços! Teremos prazer em ajudar!

sabiaqueatividadesaoarlivrepodemmotivareintegraroscolaboradores

Atividades ao ar livre podem motivar e integrar os colaboradores

Uma das muitas tarefas de um profissional de RH, assim como um de seus maiores desafios, é auxiliar e orientar o colaborador no equilíbrio corpo e mente. Afinal, mesmo profissionais bem remunerados e com boas posições na empresa podem necessitar de outros estímulos para alcançar e manter seu melhor desempenho e satisfação.

Por isso, a importância de criar estratégias para integrar e motivar colaboradores. Para esse objetivo, uma das técnicas que pode gerar resultados é o incentivo à prática de atividades ao ar livre.

A seguir, vamos nos aprofundar nos motivos que tornam tais atividades essenciais para sua empresa. Além disso, indicaremos algumas das principais práticas que podem ser adotadas. Confira!

Por que sua empresa deve investir em atividades ao ar livre?

O nível de dedicação de uma pessoa em seu trabalho está diretamente ligado ao seu estado de saúde, tanto físico quanto emocional. Portanto, se a sua empresa está buscando melhorar a produtividade e, ainda, trabalhar na comunicação interna das equipes, exercícios em grupo realizados ao ar livre são uma ótima opção. Abaixo, citaremos alguns dos benefícios.

Possibilidade de agregar famílias e empresa

Como estamos falando de atividades em grupo, não precisamos limitar os participantes. Assim, abre-se um leque de opções que permite a participação de familiares dos colaboradores.

Como isso causa algum impacto positivo na empresa? É simples! Com a possibilidade de encaixar seus entes queridos em sua agenda profissional, a tendência é que as equipes se sintam mais à vontade no ambiente de trabalho e tenham melhor relacionamento com seus empregadores e colegas. Tudo isso contribui para o aumento da produtividade e da retenção de profissionais.

Incentivo a um estilo de vida ativo

Como já mencionado, uma empresa deve prezar pelo estado de saúde de seus trabalhadores. Dessa forma, realizar seus momentos recreativos em salas de descanso e jogos de videogame pode ser uma boa prática, mas não deve ser a única.

O tempo gasto dentro de um ambiente fechado deve ser balanceado com um incentivo a atividades que promovam um estilo de vida mais ativo e, assim, mais saudável para o colaborador.

Quais atividades podem ser usadas para motivar colaboradores?

Agora que entendemos como eventos a céu aberto são importantes para a motivação de equipes, vamos observar algumas das principais opções.

Oficinas de bambolês e malabares

Originárias da cultura circense, essas atividades são vistas como uma excelente forma de combinar exercício e diversão. Afinal, quase todo adulto já foi uma criança brincando de bambolê. Esse sentimento nostálgico, combinado com o esforço aeróbico e muscular, proporciona uma experiência lúdica que incentiva a criatividade e aperfeiçoa habilidades motoras e reflexivas.

Passeios em parques e praças

Parques e praças são excelentes locais para organizar uma atividade com colaboradores e familiares. A realização de caminhadas, corridas, passeios ciclísticos e afins estimula a prática do exercício físico regular e ajuda no equilíbrio corpo e mente. Além disso, o mesmo espaço pode ser usado para piqueniques e gincanas, favorecendo a comunicação interpessoal.

Torneios esportivos

O que pode ser melhor para construir um bom relacionamento do que a prática de esportes coletivos? Vôlei, futebol, basquete… são muitas as opções, mas todas carregam em comum qualidades similares. A organização de torneios informais aumenta a sensação de pertencimento entre os participantes.

Além disso, a necessidade de trabalhar em equipe estimula a comunicação e a colaboração mútua, seja dentro ou fora de quadra.

A organização de encontros fora do ambiente de trabalho é uma excelente forma de motivar colaboradores. Ao sair da mesmice de suas rotinas, eles renovam as energias e ganham fôlego para se dedicar aos compromissos profissionais. Atividades ao ar livre proporcionam maior interação entre membros da equipe e incentivam um estilo de vida mais saudável.

E aí, pronto para levar sua equipe para fora do escritório e otimizar sua experiência de trabalho? Ainda tem dúvidas sobre os benefícios que um programa de qualidade de vida pode trazer para sua empresa? Leia este artigo!

tudo sobre ginastica laboralPowered by Rock Convert
como organizar a sipat

Passo a passo: aprenda agora como organizar a SIPAT e ter sucesso

Você sabe como organizar a SIPAT? A Semana Interna da Prevenção de Acidente no Trabalho trata-se, basicamente, de uma semana dedicada à realização de atividades e à divulgação de informações sobre esse assunto, visando conscientizar e dar orientações aos colaboradores. Ela é de extrema importância para a qualidade de vida e o bem-estar de toda a organização.

O principal objetivo desse evento é prevenir e reduzir o número de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais, mostrando aos trabalhadores como as ações de segurança e os cuidados com a saúde são fundamentais. A ideia é orientá-los sobre diferentes aspectos e incentivá-los a sempre fiscalizar, apontando falhas e riscos e sugerindo mudanças às suas empresas quando acharem necessário.

Para que tudo corra bem nessa semana, no entanto, é preciso fazer uma boa organização e oferecer informações realmente qualificadas e relevantes. Confira nosso passo a passo para se orientar!

Planeje-se previamente

Para criar uma boa SIPAT, não adianta deixar para preparar tudo de última hora. O indicado é organizar essa semana gradativamente, inclusive ao longo das reuniões da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho).

Será preciso definir, por exemplo, as melhores datas e o melhor local para o evento, assim como suas atividades, sua abertura e seu encerramento. Verifique e garanta uma equipe de qualidade, avalie quais serão todos os recursos financeiros e materiais necessários. Lembre-se, ainda, que tudo deve ser registrado, tanto no planejamento quanto na execução da SIPAT.

Defina o tema da SIPAT

Todo ano, a SIPAT tem um tema diferente, relacionado às questões de segurança e saúde no trabalho. É importante definir previamente qual será esse tema, para poder organizar a maioria das atividades de acordo com ele.

Escolha um assunto que seja relevante, promova melhorias e, ao mesmo tempo, desperte o interesse de seus colaboradores. Vale lembrar que, apesar de ter um foco principal, também podem ser abordadas outras questões importantes ao longo da semana, como motivação e qualidade de vida.

Estabeleça um cronograma

É importante definir antecipadamente o cronograma da SIPAT para que tudo saia dentro dos conformes. As atividades podem ser bastante variadas, incluindo gincanas, palestras, dinâmicas, premiações e distribuições de brindes, dentre outras. É uma boa ideia que elas sejam realizadas em horários alternados, para facilitar a disponibilidade de todos os funcionários.

Divulgue a SIPAT com antecedência e incentive a participação de todos

Também não adianta deixar para divulgar esse evento de última hora. Comece com antecedência, explicando aos colaboradores do que se trata esse evento, porque ele é importante e como ele pode contribuir para todos ali.

Coloque faixas e cartazes, pendure o cronograma no mural e envie explicações pela internet, por exemplo. Mostre que haverão atividades interessantes e incentive todos a participar. Algumas atividades podem até ser abertas para a entrada de amigos e familiares.

Assim, você vai preparar uma SIPAT muito especial e enriquecedora. Além dessas dicas, uma outra boa ideia é contar com a ajuda de uma empresa especializada, que vai auxiliar no planejamento e na realização de ótimas atividades. Isso faz toda a diferença para o seu evento.

Bom, agora você já sabe como organizar a SIPAT! Conte com o nosso apoio para tirar suas dúvidas e preparar essa semana. É só entrar em contato com a gente!

yoga no trabalho

Yoga no trabalho: estratégia para reduzir o estresse da sua equipe

Um dos componentes essenciais para o sucesso de uma empresa é o bem-estar dos colaboradores no ambiente de trabalho. Quanto mais motivados e relaxados eles estiverem, mais produtivos se tornarão, entregando resultados melhores em prazos menores.

E uma das formas de promover a produtividade e reduzir stress dos colaboradores é por meio da Yoga, técnica oriental milenar que busca, em sua essência, o equilíbrio entre a mente e o corpo, um resultado que, quando aplicado à rotina da empresa, rende bons frutos.

Neste texto, vamos explicar como a empresa pode deixar os colaboradores mais felizes e produtivos com a prática da Yoga no trabalho. Confira!

O que é a Yoga?

A Yoga é uma técnica oriental milenar que busca, em sua essência, o equilíbrio entre a mente e o corpo, por meio de exercícios coordenados de postura e respiração, trazendo importantes benefícios para os seus praticantes, como:

  • correção da postura;
  • prevenção de dores musculares;
  • aumenta a imunidade;
  • reduz a pressão arterial;
  • aumenta a sensação de bem-estar;
  • desenvolve o foco.

Assim, a Yoga no trabalho ajuda a trazer mais felicidade e concentração para os colaboradores, relaxando a mente e aliviando o stress, ao mesmo tempo em que colabora com um clima organizacional mais leve e saudável.

Quais são os benefícios da Yoga no Trabalho?

A prática diária de Yoga tem inúmeros benefícios comprovados cientificamente, dentre eles:

  • reduz a inflamação do corpo, o que minimiza os riscos de Diabetes, Câncer e doenças cardiovasculares;
  • reduz dores crônicas provocadas por movimentos repetitivos ou postura incorreta;
  • diminui o risco de doenças cardiovasculares ao aliviar o stress e a pressão;
  • melhora a memória e previne a degeneração cerebral;
  • ajuda a combater a ansiedade e depressão.

Assim, praticar Yoga no trabalho colabora com a qualidade de vida dos seus colaboradores e reduz riscos de afastamentos por motivo de saúde, minimizando casos de fadigas, LER e quadros depressivos.

Quais são as modalidades de Yoga?

Existem várias modalidades de Yoga que podem ser adaptadas para as necessidades de cada colaborador no ambiente de trabalho, dentre elas:

  • Hatha Yoga – é a modalidade mais tradicional, composta de exercícios corporais e respiratórios que levam ao relaxamento e melhoram o condicionamento físico.
  • Lyengar Yoga – derivada da Hatha Yoga, essa modalidade acrescenta acessórios como bolas, cintos e almofadas, com foco na precisão da postura e coordenação motora.
  • Ashtanga Yoga – tem foco nos exercícios corporais de força, flexibilidade e consciência corporal.
  • Power Yoga – focada no dinamismo, com movimentos corporais rápidos coordenados com o controle respiratório.
  • Kundalini Yoga – busca estimular o sistema nervoso por meio de exercícios de respiração, mantras e gestos.
  • Raja Yoga – focada somente em meditação e mantra, estimula a concentração do participante por meio da respiração.

Como aplicar a Yoga no trabalho?

A Yoga no trabalho pode ser aplicada por meio de sessões semanais ou diárias, onde um profissional especializado ministrará pequenas sessões de 15 a 60 minutos, promovendo a integração e o relaxamento dos colaboradores

Como a yoga contribui para o desempenho dos colaboradores?

A prática de Yoga no trabalho ajuda a quebrar a pressão a qual os colaboradores estão sujeitos diariamente, sendo uma excelente estratégia para melhorar o clima organizacional, deixando o ambiente mais leve e produtivo.

Além disso, a Yoga no trabalho ajuda a melhorar a concentração, reduz o stress e também fortalece os músculos e a saúde cardiovascular. O que resulta em colaboradores mais saudáveis, felizes, motivados e com entregas de qualidade.

Como vimos, a Yoga no trabalho é um excelente investimento para a sua empresa, capaz de alavancar a produtividade da organização ao criar um ambiente saudável, calmo e motivado.

Quer saber mais sobre como melhorar a qualidade de vida e o bem-estar do seu time de colaboradores? Siga nossos perfis nas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas novidades. Estamos presentes no Facebook, Linkedin e Instagram.